0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/quaterto-n15-paganini-versao-para-viola_7879.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=OJ9u904M_9Iendofvid
[starttext]
Quatuor N° 15( Paganini ) Viola Version  -
Yuri Bashmet - Solistas de Moscou
marcador 1mov
marcador 2mov
marcador 3mov


[endtext]

Quaterto n15 -Paganini - Versão para Viola e orquestra 1mov

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/quaterto-n15-paganini-versao-para-viola_30.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=E1mHUJy9Z20endofvid
[starttext]
Quatuor N° 15(Paganini) Viola Version  -
Yuri Bashmet - Solistas de Moscou
marcador 1mov
marcador 2mov
marcador 3mov

[endtext]

Quaterto n15 -Paganini - Versão para Viola e orquestra 2mov

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/quaterto-n15-paganini-versao-para-viola.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=7DqJRboCp1Mendofvid
[starttext]
Quatuor N° 15(Paganini) Viola Version  -
Yuri Bashmet - Solistas de Moscou
marcador 1mov
marcador 2mov
marcador 3mov

[endtext]

Quaterto n15 -Paganini - Versão para Viola e orquestra 3mov

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/suite-para-viola-max-reger-yuri-bashmet_1815.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=Gji5CZ-VdHsendofvid
[starttext]
Suíte para Viola N°1 de Max Reger Movt. 1
Solistas de Moscou
Yuri Bashmet (Viola)  - Orchestra Version -
marcador 1mov
marcador 2mov
marcador 3mov
marcador 4mov

[endtext]

Suíte para Viola - Max Reger - Yuri Bashmet 1 mov

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/suite-para-viola-max-reger-yuri-bashmet_30.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=B3DKi5hA2MUendofvid
[starttext]
Suíte para Viola N°1 de Max Reger Movt 2
Solistas de Moscou
Yuri Bashmet (Viola)  - Orchestra Version -
marcador 1mov
marcador 2mov
marcador 3mov
marcador 4mov

[endtext]

Suíte para Viola - Max Reger - Yuri Bashmet mov 2

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/suite-para-viola-max-reger-yuri-bashmet_8843.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=sibNPH0BmL4endofvid
[starttext]
Max Reger: Viola Suite - Y.Bashmet - Solistas de Moscou
Suíte para Viola N°1 de Max Reger Movt 3
Yuri Bashmet (Viola)  Orchestra Version
 
marcador 1mov
marcador 2mov
marcador 3mov
marcador 4mov

[endtext]

Suíte para Viola - Max Reger - Yuri Bashmet mov 3

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/suite-para-viola-max-reger-yuri-bashmet.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=eAZTsZ01Ilsendofvid
[starttext]
Suíte para Viola N°1 de Max Reger Movt 4 -
Solistas de Moscou -
Yuri Bashmet (Viola)  - Orchestra Version -
marcador 1mov
marcador 2mov
marcador 3mov
marcador 4mov

[endtext]

Suíte para Viola - Max Reger - Yuri Bashmet mov 4

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/american-string-quartet-shostakovich_214.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=Wq44pimT8UIendofvid
[starttext]
American String Quartet - Shostakovich String Quartet No. 3 in F Major - 1st Movement, Allegretto
 Peter Winograd, violin
Laurie Carney, violin
Daniel Avshalomov, viola
Wolfram Koessel, cello

marcador 1mov
marcador 2mov
marcador 3mov
marcador 4 mov p1
marcador 4 mov p2

[endtext]

American String Quartet - Shostakovich

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/american-string-quartet-shostakovich_5989.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=R7s6UTSfAdQendofvid
[starttext]
American String Quartet - Shostakovich String Quartet No. 3, Moderato con moto 2 mov

Peter Winograd, violin
Laurie Carney, violin
Daniel Avshalomov, viola
Wolfram Koessel, cello
marcador 1mov
marcador 2mov
marcador 3mov
marcador 4 mov p1
marcador 4 mov p2

[endtext]

American String Quartet - Shostakovich

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/american-string-quartet-shostakovich_5112.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=1kM3-gyl7SIendofvid
[starttext]
American String Quartet - Shostakovich String Quartet No. 3 - 3rd Mvmt, Allegro non troppo

Peter Winograd, violin
Laurie Carney, violin
Daniel Avshalomov, viola
Wolfram Koessel, cello
marcador 1mov
marcador 2mov
marcador 3mov
marcador 4 mov p1
marcador 4 mov p2

[endtext]

American String Quartet - Shostakovich

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/american-string-quartet-shostakovich.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=blmXx4jZg18endofvid
[starttext]
American String Quartet - Shostakovich String Quartet No. 3 - 4th Mvmt, Adagio parte 2

Peter Winograd, violin
Laurie Carney violin
Daniel Avshalomov, viola
Wolfram Koessel, cello
marcador 1mov
marcador 2mov
marcador 3mov
marcador 4 mov p1
marcador 4 mov p2

[endtext]

American String Quartet - Shostakovich

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/american-string-quartet-shostakovich_27.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=sgcC4pUdCs8endofvid
[starttext]
American String Quartet - Shostakovich String Quartet No. 3 - 4th Mvmt, Adagio parte 1

Peter Winograd, violin
Laurie Carney, violin
Daniel Avshalomov, viola
Wolfram Koessel, cello
marcador 1mov
marcador 2mov
marcador 3mov
marcador 4 mov p1
marcador 4 mov p2

[endtext]

American String Quartet - Shostakovich

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/mozart-la-clemenza-di-tito-elina.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=YY6ZrsLpTQUendofvid
[starttext]
Mezzosoprano Elina Garanca -
from Concertgebouw Amsterdam Royal Concertgebouw Orchestra
Director: Maris Jansons

[endtext]

Mozart: - La clemenza di Tito - Elina Garanca

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/cesar-franck-panis-angelicus-elina.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=6Mnj_7JdXkEendofvid
[starttext]
Mezzosoprano Elina Garanca -
singing at Dresdner Adventskonzert 2008 at Freunkirche

[endtext]

Cesar Franck: Panis angelicus - Elina Garanca

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/elina-garanca.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=uBgfZz83lEAendofvid
[starttext]
Elina Garanca -

[endtext]

Elina Garanca

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/anna-netrebko-souvenirs.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=soyAJE4U_BIendofvid[starttext]
Anna Netrebko -
Souvenirs-

[endtext]

Anna Netrebko - Souvenirs

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/barcarolle-anna-netrebko-e-elina.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=0u0M4CMq7uIendofvid
[starttext]
Anna Netrebko(soprano) e
Elina Garanca(mezzo soprano) -
"Barcarolle"

[endtext]

Barcarolle - Anna Netrebko e Elina Garanca

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/janos-starker-kodaly-cello-solo-sonata_9030.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=4MEUIGjfHNwendofvid
[starttext]
Janos Starker -
Born in Budapest, Hungary, July 5, 1924; son of Alexander
and Margarete Starker; educated at Franz Liszt Academy
of Music, Budapest; solo cellist in turn at Budapest
Opera House and Philharmonic, The Dallas Symphony,
Metropolitan Opera, Chicago Symphony; Resident
Professor of Cello at University of Indiana since 1958;
concert artist, lecturer, teacher,
recording artist (Grand Prix du Discque, 1948).
marcador 1mov
marcador 2mov
marcador 3mov

[endtext]

Janos Starker - Kodály Cello Solo Sonata 1 mov

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/janos-starker-kodaly-cello-solo-sonata_18.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=2qm7_cI2b30endofvid
[starttext]
Janos Starker -
Born in Budapest, Hungary, July 5, 1924; son of Alexander
and Margarete Starker; educated at Franz Liszt Academy
of Music, Budapest; solo cellist in turn at Budapest
Opera House and Philharmonic, The Dallas Symphony,
Metropolitan Opera, Chicago Symphony; Resident
Professor of Cello at University of Indiana since 1958;
concert artist, lecturer, teacher,
recording artist (Grand Prix du Discque, 1948).
marcador 1mov
marcador 2mov
marcador 3mov

[endtext]

Janos Starker - Kodály Cello Solo Sonata 2 mov

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/janos-starker-kodaly-cello-solo-sonata.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=ZvOEwGlwgJoendofvid
[starttext]
Janos Starker -
Born in Budapest, Hungary, July 5, 1924; son of Alexander
and Margarete Starker; educated at Franz Liszt Academy
of Music, Budapest; solo cellist in turn at Budapest
Opera House and Philharmonic, The Dallas Symphony,
Metropolitan Opera, Chicago Symphony; Resident
Professor of Cello at University of Indiana since 1958;
concert artist, lecturer, teacher,
recording artist (Grand Prix du Discque, 1948).
marcador 1mov
marcador 2mov
marcador 3mov

[endtext]

Janos Starker - Kodály Cello Solo Sonata 3 mov

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/janos-starker-cassado-cello-suite-i-mvt.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=wbWK8qR92S8endofvid
[starttext]
Janos Starker -Violoncelo
Born in Budapest, Hungary, July 5, 1924; son of Alexander
and Margarete Starker; educated at Franz Liszt Academy
of Music, Budapest; solo cellist in turn at Budapest
Opera House and Philharmonic, The Dallas Symphony,
Metropolitan Opera, Chicago Symphony; Resident
Professor of Cello at University of Indiana since 1958;
concert artist, lecturer, teacher,
recording artist (Grand Prix du Discque, 1948).
Gaspar Cassadó -
Cassado was a Spanish contemporary of Pablo Casals, who lived from 1897 to 1966. In fact, he may have been Casal's youngest pupil, when he studied with him in Paris in 1910. He was born in Barcelona, the son of a church musician. His father started teaching him music when he was five, and at the age of seven he began cello lessons with a prominent Barcelona cellist, who worked at the Mercedes Chapel with his father.
When Cassado was nine years old, he played his first public performance, where he was heard by Casals, who immediately offered to give him lessons. He was given a scholarship by the city of Barcelona to go to Paris and study with Casals there. He also studied composition with Manuel de Falla and Maurice Ravel.
At the end of World War I, Cassado started touring internationally, and became a world famous cellist. He played under most of the leading conductors of his time, including such greats as Furtwangler, Beecham and Weingartner. His performance of the Brahms Double Concerto with Joseph Szigeti was especially appreciated.
Cassado loved Italy, and settled in Florence, where he lived for over thirty years. As a cellist he was more austere and noble, than flamboyant in his approach. He was a good composer, and his pieces are still played today, in particular his Requiebros, and his Concerto in D Minor, which he dedicated to Casals.
In 1964 Cassado premiered six unpublished cello sonatas of Boccherini, and performed them on a Strad cello that was once owned by the composer. Eve Barsham, his accompanist, had discovered the manuscripts in the archives of the Duke of Hamilton in Scotland. Cassado died in 1966 of a heart attack, after a strenuous tour of a flood stricken area of Florence where he was raising funds for those who had been devastated by the natural catastrophe.
marcador 1mov
marcador 2mov
marcador 3mov

[endtext]

Janos Starker -Gaspar Cassadó - Cello Suite I. Mvt

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/janos-starker-cassado-cello-suite-ii.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=tONmqXwA-DIendofvid
[starttext]
Janos Starker - Violoncelo
Born in Budapest, Hungary, July 5, 1924; son of Alexander
and Margarete Starker; educated at Franz Liszt Academy
of Music, Budapest; solo cellist in turn at Budapest
Opera House and Philharmonic, The Dallas Symphony,
Metropolitan Opera, Chicago Symphony; Resident
Professor of Cello at University of Indiana since 1958;
concert artist, lecturer, teacher,
recording artist (Grand Prix du Discque, 1948).
Gaspar Cassadó -
Cassado was a Spanish contemporary of Pablo Casals, who lived from 1897 to 1966. In fact, he may have been Casal's youngest pupil, when he studied with him in Paris in 1910. He was born in Barcelona, the son of a church musician. His father started teaching him music when he was five, and at the age of seven he began cello lessons with a prominent Barcelona cellist, who worked at the Mercedes Chapel with his father.
When Cassado was nine years old, he played his first public performance, where he was heard by Casals, who immediately offered to give him lessons. He was given a scholarship by the city of Barcelona to go to Paris and study with Casals there. He also studied composition with Manuel de Falla and Maurice Ravel.
At the end of World War I, Cassado started touring internationally, and became a world famous cellist. He played under most of the leading conductors of his time, including such greats as Furtwangler, Beecham and Weingartner. His performance of the Brahms Double Concerto with Joseph Szigeti was especially appreciated.
Cassado loved Italy, and settled in Florence, where he lived for over thirty years. As a cellist he was more austere and noble, than flamboyant in his approach. He was a good composer, and his pieces are still played today, in particular his Requiebros, and his Concerto in D Minor, which he dedicated to Casals.
In 1964 Cassado premiered six unpublished cello sonatas of Boccherini, and performed them on a Strad cello that was once owned by the composer. Eve Barsham, his accompanist, had discovered the manuscripts in the archives of the Duke of Hamilton in Scotland. Cassado died in 1966 of a heart attack, after a strenuous tour of a flood stricken area of Florence where he was raising funds for those who had been devastated by the natural catastrophe.
marcador 1mov
marcador 2mov
marcador 3mov

[endtext]

Janos Starker -Gaspar Cassadó - Cello Suite II. Mvt

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/janos-starker-cassado-cello-suite-iii.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=3IYngpSnAiMendofvid
[starttext]
János Starker -
Born in Budapest, Hungary, July 5, 1924; son of Alexander
and Margarete Starker; educated at Franz Liszt Academy
of Music, Budapest; solo cellist in turn at Budapest
Opera House and Philharmonic, The Dallas Symphony,
Metropolitan Opera, Chicago Symphony; Resident
Professor of Cello at University of Indiana since 1958;
concert artist, lecturer, teacher,
recording artist (Grand Prix du Discque, 1948).
Gaspar Cassadó -
Cassado was a Spanish contemporary of Pablo Casals, who lived from 1897 to 1966. In fact, he may have been Casal's youngest pupil, when he studied with him in Paris in 1910. He was born in Barcelona, the son of a church musician. His father started teaching him music when he was five, and at the age of seven he began cello lessons with a prominent Barcelona cellist, who worked at the Mercedes Chapel with his father.
When Cassado was nine years old, he played his first public performance, where he was heard by Casals, who immediately offered to give him lessons. He was given a scholarship by the city of Barcelona to go to Paris and study with Casals there. He also studied composition with Manuel de Falla and Maurice Ravel.
At the end of World War I, Cassado started touring internationally, and became a world famous cellist. He played under most of the leading conductors of his time, including such greats as Furtwangler, Beecham and Weingartner. His performance of the Brahms Double Concerto with Joseph Szigeti was especially appreciated.
Cassado loved Italy, and settled in Florence, where he lived for over thirty years. As a cellist he was more austere and noble, than flamboyant in his approach. He was a good composer, and his pieces are still played today, in particular his Requiebros, and his Concerto in D Minor, which he dedicated to Casals.
In 1964 Cassado premiered six unpublished cello sonatas of Boccherini, and performed them on a Strad cello that was once owned by the composer. Eve Barsham, his accompanist, had discovered the manuscripts in the archives of the Duke of Hamilton in Scotland. Cassado died in 1966 of a heart attack, after a strenuous tour of a flood stricken area of Florence where he was raising funds for those who had been devastated by the natural catastrophe.
marcador 1mov
marcador 2mov
marcador 3mov

[endtext]

Janos Starker - Gaspar Cassadó- Cello Suite III. Mvt

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/bach-concerto-brandeburghese-bwv-955_9120.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=YBCxao41w8Mendofvid
[starttext]

Elementi Orchestra Festival di Lucerna Oboe Solista e Direttore Albrecht Mayer

marcador Bach.

[endtext]

Bach Concerto Brandeburghese BWV 955 - parte 1

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/bach-concerto-brandeburghese-bwv-955_6209.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=Tcd-0OMrC1Mendofvid
[starttext]
Elementi Orchestra Festival di Lucerna Oboe Solista e Direttore Albrecht Mayer

marcador Bach.

[endtext]

Bach Concerto Brandeburghese BWV 955 - parte 2

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/bach-concerto-brandeburghese-bwv-955_9490.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=i8UA0Aqo3loendofvid
[starttext]
Elementi Orchestra Festival di Lucerna Oboe Solista e Direttore Albrecht Mayer

marcador Bach.
[endtext]

Bach Concerto Brandeburghese BWV 955 - parte 3

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/bach-concerto-italiano-bwv-971-parte-1.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=kKUst4FBBLUendofvid
[starttext]
Elementi Orchestra Festival di Lucerna Oboe Solista e Direttore A.Mayer

marcador Bach.

[endtext]

Bach: Concerto Italiano BWV 971 - parte 1

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/bach-concerto-italiano-bwv-971-parte-2.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=s6-OKO-GcWAendofvid
[starttext]
Elementi Orchestra Festival di Lucerna Oboe Solista e Direttore A.Mayer

marcador Bach.
[endtext]

Bach: Concerto Italiano BWV 971 - parte 2

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/bach-concerto-italiano-bwv-971-parte-3.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=U2OS6rR_F_gendofvid
[starttext]
Elementi Orchestra Festival di Lucerna Oboe Solista e Direttore A.Mayer

marcador Bach.
[endtext]

Bach: Concerto Italiano BWV 971 - parte 3

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/hardingfeller-benedicte-maurseth.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=_W1MyeJ6Sr8endofvid
[starttext]
Benedicte Maurseth
Clic aqui para saber mais sobre o hardingfeler

[endtext]

Hardingfeller - Benedicte Maurseth

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/hardingfeller-string-sisters-wackidoo.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=W3qRDBRLm7gendofvid
[starttext]
String Sisters - Wackidoo -
Clic aqui para saber mais sobre o hardingfeler

[endtext]

Hardingfeller - String Sisters - Wackidoo

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/hardingfeller-string-sisters-concert.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=dwh345n1UgUendofvid
[starttext]
String Sisters concert. -
Clic aqui para saber mais sobre o hardingfeler

[endtext]

Hardingfeller - String Sisters concert.

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/hardingfeller-catriona-macdonald.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=WFEv8pohhUEendofvid
[starttext]
Catriona Macdonald & Benedicte Maurseth -
Clic aqui para saber mais sobre o hardingfeler

[endtext]

“Hardingfeller"- Catriona Macdonald & Benedicte Maurseth

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/herbie-hancock-lang-lang-rhapsody-in.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=5PRRzXBwXTYendofvid
[starttext]
 Pianista chinês, Lang Lang tem 27 anos. Um dos grandes nomes da música clássica mundial. Aqui, ele toca  com o jazzista Herbie Hancock "Rhapsody in Blue", de Gershwin.

[endtext]

Herbie Hancock & Lang Lang - Rhapsody in Blue

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/rolando-villazon-documentaire-1.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=1MukzVeprj4endofvid
[starttext]
"One night in Berlin" -
Com 37 anos, o tenor mexicano Rolando Villazón é uma das principais vozes da cena operística internacional. . É esperado seu retorno aos palcos este ano de 2010 após uma cirurgia realizada na garganta.
1parte
2 parte
3 parte

[endtext]

Rolando Villazon - documentaire (1)

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/rolando-villazon-documentaire-2.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=VhOfJkzDxiEendofvid
[starttext]
"One night in Berlin" -
Com 37 anos, o tenor mexicano Rolando Villazón é uma das principais vozes da cena operística internacional. . É esperado seu retorno aos palcos este ano de 2010 após uma cirurgia realizada na garganta.

1parte
2 parte
3 parte


[endtext]

Rolando Villazon - documentaire (2)

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/rolando-villazon-documentaire-3.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=nSrHCiLtVJ0endofvid
[starttext]
"One night in Berlin" -
Com 37 anos, o tenor mexicano Rolando Villazón é uma das principais vozes da cena operística internacional. . É esperado seu retorno aos palcos este ano de 2010 após uma cirurgia realizada na garganta.

1parte
2 parte
3 parte


[endtext]

Rolando Villazon - documentaire (3)

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/daniel-barenboim-sinfchicago.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=auRUxPPqDcQendofvid[starttext]
Dança Ritual do Fogo -
Manuel de Falla
marcador Orquestras .
[endtext]

Daniel Barenboim - Sinf.Chicago

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/daniel-barenboim-berliner.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=i84zyG_ts78endofvid
[starttext]
Daniel Barenboim: Conductor Berliner Philharmoniker
Tico-Tico no Fubá - de Zequinha de Abreu
marcador
marcador Orquestras
.
[endtext]

Daniel Barenboim-Berliner Philharmoniker

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/quatour-ebene.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=Y2Hywiv8jXUendofvid[starttext]
O  quarteto francês Ebène já conquistou a crítica internacional .Além de outras gravações, a dos quartetos de Ravel, Fauré e Debussy foi escolhida a melhor de 2009 pela revista inglesa Gramophone. Estiveram no Brasil em 2007  na Rio Folle Journée.

[endtext]

Quatour Ebène

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/sarabande-js-bach_10.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=RFuW6_zpshwendofvid
[starttext]
J.S Bach -Sarabande -
on Nyckelharpa -
Clic aqui para saber mais sobre o Nyckeelharpa

[endtext]

J.S Bach -Sarabande on Nyckelharpa

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/bach-cello-suite.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=Zs3aUCM8BX8endofvid
[starttext]
Bach-Cello Suite -
on Nyckelharpa
Clic aqui para saber mais sobre o nyckeelharpa

[endtext]

Bach-Cello Suite on Nyckelharpa

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/bach-on-nyckelharpa-gigue.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=dcmHFILZ5k0endofvid
[starttext]
Bach - Gigue
Clic aqui para saber mais sobre o nyckeelharpa

[endtext]

Bach on Nyckelharpa - Gigue

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/peter-puma-blekingepolskan.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=yqhDmLdo0yIendofvid
[starttext]
Peter Puma plays Blekingepolskan
Clic aqui para saber mais sobre o nyckeelharpa

[endtext]

Peter Puma - Blekingepolskan on Nyckelharpa

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/nyckelharpa.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=8FVVfxW4UMIendofvid[starttext]
Boel toca o tango Satumaa - "el país de cuentos". É um tango da Finlandia. Estamos em uma festa de música folklore em um campo na Suecia. Boel spelar Satumaa - finsk tango -
Clic aqui para saber mais sobre o nyckeelharpa

[endtext]

Um Tango da Finlandia on Nyckelharpa

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/shostakovich-sonata-op-40-cello-e-piano_4027.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=uQgMeL_ENkkendofvid
[starttext]
Mischa Maisky
Violoncelo
Mischa Maisky nasceu em Riga em 1948. Depois de uma breve passagem pelo Conservatório de Riga, prosseguiu os seus estudos de música em Leninegrado onde, aos 17 anos, ganhou o concurso nacional de violoncelo. Um ano mais tarde, em 1996, foi premiado no Concurso Internacional Tchaikovsky, começando então a estudar com Mstislav Rostropovich no Conservatório de Moscou; ao mesmo tempo, iniciou uma intensa carreira de concertos por toda a União Soviética.
Músico de classe mundial, Mischa Maisky tem colaborado com outros grandes intérpretes, como Martha Argerich, Radu Lupu, Gidon Kremer, Leonard Bernstein, Zubin Mehta, Vladimir Ashkenazy, Daniel Barenboim e Giuseppe Sinopoli, entre outros.

Martha Argerich
Piano
A sua viva personalidade conduziu-a naturalmente para o repertório virtuosístico dos séculos XIX e XX, mas Martha Argerich não se especializou exclusivamente nestes domínios. O seu repertório é tão extenso quanto é possível, incluindo Bach, Bartók, Beethoven, Schumann, Chopin, Liszt, Debussy, Ravel, Franck, Prokofiev, Stravinsky, Chostakovitch, Tchaikovsky e Messiaen.
Embora seja permanentemente convidada por orquestras, maestros e festivais de música de grande prestígio, Martha Argerich é também uma artista que ocupa uma larga fatia do seu tempo com a música de câmara. Toca e grava regularmente música de câmara com os pianistas Nelson Freire e Alexandre Rabinovitch, com o violoncelista Mischa Maisky e com o violinista Gidon Kremer; segundo as suas palavras: ''Esta harmonia no seio de um grupo de artistas desperta-me uma forte e pacífica sensação''.
marcador 1mov
marcador 1mov p 2
marcador 2mov
marcador 3 mov
marcador 4 mov


[endtext]

Shostakovich, Sonata Op. 40 - Cello e Piano-Mov.1-p1

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/shostakovich-sonata-op-40-cello-e-piano_4166.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=aG48bfSplmoendofvid
[starttext]
Mischa Maisky
Violoncelo
Mischa Maisky nasceu em Riga em 1948. Depois de uma breve passagem pelo Conservatório de Riga, prosseguiu os seus estudos de música em Leninegrado onde, aos 17 anos, ganhou o concurso nacional de violoncelo. Um ano mais tarde, em 1996, foi premiado no Concurso Internacional Tchaikovsky, começando então a estudar com Mstislav Rostropovich no Conservatório de Moscou; ao mesmo tempo, iniciou uma intensa carreira de concertos por toda a União Soviética.
Músico de classe mundial, Mischa Maisky tem colaborado com outros grandes intérpretes, como Martha Argerich, Radu Lupu, Gidon Kremer, Leonard Bernstein, Zubin Mehta, Vladimir Ashkenazy, Daniel Barenboim e Giuseppe Sinopoli, entre outros.

Martha Argerich
Piano
A sua viva personalidade conduziu-a naturalmente para o repertório virtuosístico dos séculos XIX e XX, mas Martha Argerich não se especializou exclusivamente nestes domínios. O seu repertório é tão extenso quanto é possível, incluindo Bach, Bartók, Beethoven, Schumann, Chopin, Liszt, Debussy, Ravel, Franck, Prokofiev, Stravinsky, Chostakovitch, Tchaikovsky e Messiaen.

Embora seja permanentemente convidada por orquestras, maestros e festivais de música de grande prestígio, Martha Argerich é também uma artista que ocupa uma larga fatia do seu tempo com a música de câmara. Toca e grava regularmente música de câmara com os pianistas Nelson Freire e Alexandre Rabinovitch, com o violoncelista Mischa Maisky e com o violinista Gidon Kremer; segundo as suas palavras: ''Esta harmonia no seio de um grupo de artistas desperta-me uma forte e pacífica sensação''.
marcador 1mov
marcador 1mov p 2
marcador 2mov
marcador 3 mov
marcador 4 mov


[endtext]

Shostakovich, Sonata Op. 40 - Cello e Piano-Mov.1-p2

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/shostakovich-sonata-op-40-cello-e-piano_9278.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=-g6G4vrrH5Mendofvid
[starttext]
Mischa Maisky
Violoncelo
Mischa Maisky nasceu em Riga em 1948. Depois de uma breve passagem pelo Conservatório de Riga, prosseguiu os seus estudos de música em Leninegrado onde, aos 17 anos, ganhou o concurso nacional de violoncelo. Um ano mais tarde, em 1996, foi premiado no Concurso Internacional Tchaikovsky, começando então a estudar com Mstislav Rostropovich no Conservatório de Moscou; ao mesmo tempo, iniciou uma intensa carreira de concertos por toda a União Soviética.
Músico de classe mundial, Mischa Maisky tem colaborado com outros grandes intérpretes, como Martha Argerich, Radu Lupu, Gidon Kremer, Leonard Bernstein, Zubin Mehta, Vladimir Ashkenazy, Daniel Barenboim e Giuseppe Sinopoli, entre outros.

Martha Argerich
Piano
A sua viva personalidade conduziu-a naturalmente para o repertório virtuosístico dos séculos XIX e XX, mas Martha Argerich não se especializou exclusivamente nestes domínios. O seu repertório é tão extenso quanto é possível, incluindo Bach, Bartók, Beethoven, Schumann, Chopin, Liszt, Debussy, Ravel, Franck, Prokofiev, Stravinsky, Chostakovitch, Tchaikovsky e Messiaen.
Embora seja permanentemente convidada por orquestras, maestros e festivais de música de grande prestígio, Martha Argerich é também uma artista que ocupa uma larga fatia do seu tempo com a música de câmara. Toca e grava regularmente música de câmara com os pianistas Nelson Freire e Alexandre Rabinovitch, com o violoncelista Mischa Maisky e com o violinista Gidon Kremer; segundo as suas palavras: ''Esta harmonia no seio de um grupo de artistas desperta-me uma forte e pacífica sensação''.
marcador 1mov
marcador 1mov p 2
marcador 2mov
marcador 3 mov
marcador 4 mov


[endtext]

Shostakovich, Sonata Op. 40 - Cello e Piano-Mov.2

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/shostakovich-sonata-op-40-cello-e-piano_10.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=Q4eZv_wYadkendofvid
[starttext]
Mischa Maisky
Violoncelo
Mischa Maisky nasceu em Riga em 1948. Depois de uma breve passagem pelo Conservatório de Riga, prosseguiu os seus estudos de música em Leninegrado onde, aos 17 anos, ganhou o concurso nacional de violoncelo. Um ano mais tarde, em 1996, foi premiado no Concurso Internacional Tchaikovsky, começando então a estudar com Mstislav Rostropovich no Conservatório de Moscou; ao mesmo tempo, iniciou uma intensa carreira de concertos por toda a União Soviética.
Músico de classe mundial, Mischa Maisky tem colaborado com outros grandes intérpretes, como Martha Argerich, Radu Lupu, Gidon Kremer, Leonard Bernstein, Zubin Mehta, Vladimir Ashkenazy, Daniel Barenboim e Giuseppe Sinopoli, entre outros.

Martha Argerich
Piano
A sua viva personalidade conduziu-a naturalmente para o repertório virtuosístico dos séculos XIX e XX, mas Martha Argerich não se especializou exclusivamente nestes domínios. O seu repertório é tão extenso quanto é possível, incluindo Bach, Bartók, Beethoven, Schumann, Chopin, Liszt, Debussy, Ravel, Franck, Prokofiev, Stravinsky, Chostakovitch, Tchaikovsky e Messiaen.
Embora seja permanentemente convidada por orquestras, maestros e festivais de música de grande prestígio, Martha Argerich é também uma artista que ocupa uma larga fatia do seu tempo com a música de câmara. Toca e grava regularmente música de câmara com os pianistas Nelson Freire e Alexandre Rabinovitch, com o violoncelista Mischa Maisky e com o violinista Gidon Kremer; segundo as suas palavras: ''Esta harmonia no seio de um grupo de artistas desperta-me uma forte e pacífica sensação''.
marcador 1mov
marcador 1mov p 2
marcador 2mov
marcador 3 mov
marcador 4 mov


[endtext]

Shostakovich, Sonata Op. 40 - Cello e Piano-Mov.3

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/shostakovich-sonata-op-40-cello-e-piano.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=tsr62EOrOjYendofvid
[starttext]

Mischa Maisky
Violoncelo
Mischa Maisky nasceu em Riga em 1948. Depois de uma breve passagem pelo Conservatório de Riga, prosseguiu os seus estudos de música em Leninegrado onde, aos 17 anos, ganhou o concurso nacional de violoncelo. Um ano mais tarde, em 1996, foi premiado no Concurso Internacional Tchaikovsky, começando então a estudar com Mstislav Rostropovich no Conservatório de Moscou; ao mesmo tempo, iniciou uma intensa carreira de concertos por toda a União Soviética.
Músico de classe mundial, Mischa Maisky tem colaborado com outros grandes intérpretes, como Martha Argerich, Radu Lupu, Gidon Kremer, Leonard Bernstein, Zubin Mehta, Vladimir Ashkenazy, Daniel Barenboim e Giuseppe Sinopoli, entre outros.

Martha Argerich
Piano
A sua viva personalidade conduziu-a naturalmente para o repertório virtuosístico dos séculos XIX e XX, mas Martha Argerich não se especializou exclusivamente nestes domínios. O seu repertório é tão extenso quanto é possível, incluindo Bach, Bartók, Beethoven, Schumann, Chopin, Liszt, Debussy, Ravel, Franck, Prokofiev, Stravinsky, Chostakovitch, Tchaikovsky e Messiaen.
Embora seja permanentemente convidada por orquestras, maestros e festivais de música de grande prestígio, Martha Argerich é também uma artista que ocupa uma larga fatia do seu tempo com a música de câmara. Toca e grava regularmente música de câmara com os pianistas Nelson Freire e Alexandre Rabinovitch, com o violoncelista Mischa Maisky e com o violinista Gidon Kremer; segundo as suas palavras: ''Esta harmonia no seio de um grupo de artistas desperta-me uma forte e pacífica sensação''.
marcador 1mov
marcador 1mov p 2
marcador 2mov
marcador 3 mov
marcador 4 mov


[endtext]

Shostakovich, Sonata Op. 40 - Cello e Piano-Mov.4

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/maracatu-do-chico-rei-danca-do-rei.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=CUr6-hvpkSMendofvid
[starttext]
Do ballet "Maracatu do Chico Rei" - Dança do Rei Chico com a Rainha N'Ginga - Quizomba
Composição de Francisco Mignone
Clic aqui para saber mais sobre o autor


[endtext]

"Maracatu do Chico Rei" - Dança do Rei Chico com a Rainha N'Ginga

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/beaux-arts-trio-dvorak-dumky-i.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=6bDPMj2TOPQendofvid
[starttext]
Menahem Pressler piano, Daniel Hope violin, Antonio Meneses cello
Menahem Pressler
Piano

Membro fundador e pianista do Beaux Arts Trio, Menahem Pressler é um dos mais prestigiados músicos dos nossos dias. Tendo percorrido uma longa carreira de quase 50 anos, a sua dimensão artística e o seu talento, nos domínios da música de câmara e do recital a solo, permitiram-lhe o acesso aos principais palcos mundiais. O seu rigor e o seu profundo conhecimento da literatura da música de câmara e para piano valeram-lhe também uma grande reputação internacional como professor.
A carreira internacional de Menahem Pressler teve início quando ganhou o 1º Prémio no Concurso de Piano Debussy, em São Francisco, em 1946. Pouco tempo depois estreava nos Estados Unidos com a Orquestra de Filadélfia, sob a direção de Eugene Ormandy. Desde então, as sucessivas digressões nas Américas e na Europa incluíram actuações com as orquestras de Nova Iorque, Chicago, Cleveland, Pittsburgh, Dallas, San Francisco, Londres, Paris, Bruxelas, Oslo, Helsínquia, entre muitas outras.
Em 1955, Menahem Pressler foi co-fundador do Beaux Arts Trio, que se tornou num dos mais perenes e aclamados agrupamentos de câmara em todo o mundo. As gravações do Beaux Arts Trio para a Philips receberam numerosos prémios, incluindo no seu repertório a quase totalidade da literatura para trio com piano. Menahem Pressler é frequentemente convidado a tocar também com outros agrupamentos de câmara, incluindo os quartetos Juilliard, Emerson, Guarneri e Cleveland e Israel, bem como o Trio Pasquier.
Também em 1955, teve início a relação profissional de Menahem Pressler com a escola de música da Universidade de Indiana, Bloomington, onde é hoje, em função das suas superiores qualificações pedagógicas, «Distinguished Professor of Music».
Menahem Pressler nasceu em Magdeburgo, na Alemanha, mas recebeu a maior parte dos ensinamentos musicais iniciais em Israel, país onde cresceu. A sua vida foi sempre dedicada à música. Para além das digressões com o Beaux Arts Trio, dos recitais a solo e da actividade letiva na Universidade de Indiana, orienta também cursos de aperfeiçoamento. É Doutor honorário pela Escola de Belas-Artes da Carolina do Norte, em Winston-Salem e pelas Universidades do Nebraska e do Kansas. Em 1994 foi distinguido com o Chamber Music America’s Distinguished Service Award e em 1998 recebeu o Gramophone Lifetime Achievement Award. Em 2000, foi eleito para a Academia Americana das Artes e das Letras.
Para além das mais de 50 gravações com o Beaux Arts Trio, Menahem Pressler realizou cerca de 30 gravações  solo, abarcando um repertório que se estende de J. S. Bach a Ben-Haim.
Mais de Menahem Pressler aqui no blog no marcador Piano
marcador 1mov
marcador 2mov
marcador 3mov
marcador 4 mov
marcador 5 mov

[endtext]

Beaux Arts Trio - Dvorak "Dumky" - I

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/beaux-arts-trio-dvorak-dumky-ii.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=EkmHGd0U8yEendofvid
[starttext]
Menahem Pressler piano, Daniel Hope violin, Antonio Meneses cello
Menahem Pressler
Piano

Membro fundador e pianista do Beaux Arts Trio, Menahem Pressler é um dos mais prestigiados músicos dos nossos dias. Tendo percorrido uma longa carreira de quase 50 anos, a sua dimensão artística e o seu talento, nos domínios da música de câmara e do recital a solo, permitiram-lhe o acesso aos principais palcos mundiais. O seu rigor e o seu profundo conhecimento da literatura da música de câmara e para piano valeram-lhe também uma grande reputação internacional como professor.

A carreira internacional de Menahem Pressler teve início quando ganhou o 1º Prémio no Concurso de Piano Debussy, em São Francisco, em 1946. Pouco tempo depois estreava nos Estados Unidos com a Orquestra de Filadélfia, sob a direção de Eugene Ormandy. Desde então, as sucessivas digressões nas Américas e na Europa incluíram actuações com as orquestras de Nova Iorque, Chicago, Cleveland, Pittsburgh, Dallas, San Francisco, Londres, Paris, Bruxelas, Oslo, Helsínquia, entre muitas outras.

Em 1955, Menahem Pressler foi co-fundador do Beaux Arts Trio, que se tornou num dos mais perenes e aclamados agrupamentos de câmara em todo o mundo. As gravações do Beaux Arts Trio para a Philips receberam numerosos prémios, incluindo no seu repertório a quase totalidade da literatura para trio com piano. Menahem Pressler é frequentemente convidado a tocar também com outros agrupamentos de câmara, incluindo os quartetos Juilliard, Emerson, Guarneri e Cleveland e Israel, bem como o Trio Pasquier.

Também em 1955, teve início a relação profissional de Menahem Pressler com a escola de música da Universidade de Indiana, Bloomington, onde é hoje, em função das suas superiores qualificações pedagógicas, «Distinguished Professor of Music».

Menahem Pressler nasceu em Magdeburgo, na Alemanha, mas recebeu a maior parte dos ensinamentos musicais iniciais em Israel, país onde cresceu. A sua vida foi sempre dedicada à música. Para além das digressões com o Beaux Arts Trio, dos recitais a solo e da actividade letiva na Universidade de Indiana, orienta também cursos de aperfeiçoamento. É Doutor honorário pela Escola de Belas-Artes da Carolina do Norte, em Winston-Salem e pelas Universidades do Nebraska e do Kansas. Em 1994 foi distinguido com o Chamber Music America’s Distinguished Service Award e em 1998 recebeu o Gramophone Lifetime Achievement Award. Em 2000, foi eleito para a Academia Americana das Artes e das Letras.

Para além das mais de 50 gravações com o Beaux Arts Trio, Menahem Pressler realizou cerca de 30 gravações  solo, abarcando um repertório que se estende de J. S. Bach a Ben-Haim.
marcador 1mov
marcador 2mov
marcador 3mov
marcador 4 mov
marcador 5 mov

[endtext]

Beaux Arts Trio - Dvorak "Dumky" - II

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/beaux-arts-trio-dvorak-dumky-iii.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=M9daYrl8rFEendofvid
[starttext]
Menahem Pressler piano, Daniel Hope violin, Antonio Meneses cello
Menahem Pressler
Piano

Membro fundador e pianista do Beaux Arts Trio, Menahem Pressler é um dos mais prestigiados músicos dos nossos dias. Tendo percorrido uma longa carreira de quase 50 anos, a sua dimensão artística e o seu talento, nos domínios da música de câmara e do recital a solo, permitiram-lhe o acesso aos principais palcos mundiais. O seu rigor e o seu profundo conhecimento da literatura da música de câmara e para piano valeram-lhe também uma grande reputação internacional como professor.

A carreira internacional de Menahem Pressler teve início quando ganhou o 1º Prémio no Concurso de Piano Debussy, em São Francisco, em 1946. Pouco tempo depois estreava nos Estados Unidos com a Orquestra de Filadélfia, sob a direção de Eugene Ormandy. Desde então, as sucessivas digressões nas Américas e na Europa incluíram actuações com as orquestras de Nova Iorque, Chicago, Cleveland, Pittsburgh, Dallas, San Francisco, Londres, Paris, Bruxelas, Oslo, Helsínquia, entre muitas outras.

Em 1955, Menahem Pressler foi co-fundador do Beaux Arts Trio, que se tornou num dos mais perenes e aclamados agrupamentos de câmara em todo o mundo. As gravações do Beaux Arts Trio para a Philips receberam numerosos prémios, incluindo no seu repertório a quase totalidade da literatura para trio com piano. Menahem Pressler é frequentemente convidado a tocar também com outros agrupamentos de câmara, incluindo os quartetos Juilliard, Emerson, Guarneri e Cleveland e Israel, bem como o Trio Pasquier.

Também em 1955, teve início a relação profissional de Menahem Pressler com a escola de música da Universidade de Indiana, Bloomington, onde é hoje, em função das suas superiores qualificações pedagógicas, «Distinguished Professor of Music».

Menahem Pressler nasceu em Magdeburgo, na Alemanha, mas recebeu a maior parte dos ensinamentos musicais iniciais em Israel, país onde cresceu. A sua vida foi sempre dedicada à música. Para além das digressões com o Beaux Arts Trio, dos recitais a solo e da actividade letiva na Universidade de Indiana, orienta também cursos de aperfeiçoamento. É Doutor honorário pela Escola de Belas-Artes da Carolina do Norte, em Winston-Salem e pelas Universidades do Nebraska e do Kansas. Em 1994 foi distinguido com o Chamber Music America’s Distinguished Service Award e em 1998 recebeu o Gramophone Lifetime Achievement Award. Em 2000, foi eleito para a Academia Americana das Artes e das Letras.

Para além das mais de 50 gravações com o Beaux Arts Trio, Menahem Pressler realizou cerca de 30 gravações  solo, abarcando um repertório que se estende de J. S. Bach a Ben-Haim.
marcador 1mov
marcador 2mov
marcador 3mov
marcador 4 mov
marcador 5 mov

[endtext]

Beaux Arts Trio - Dvorak "Dumky" - III

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/beaux-arts-trio-dvorak-dumky-iv.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=_DYHLjxCWfUendofvid
[starttext]
Menahem Pressler piano, Daniel Hope violin, Antonio Meneses cello
Menahem Pressler
Piano

Membro fundador e pianista do Beaux Arts Trio, Menahem Pressler é um dos mais prestigiados músicos dos nossos dias. Tendo percorrido uma longa carreira de quase 50 anos, a sua dimensão artística e o seu talento, nos domínios da música de câmara e do recital a solo, permitiram-lhe o acesso aos principais palcos mundiais. O seu rigor e o seu profundo conhecimento da literatura da música de câmara e para piano valeram-lhe também uma grande reputação internacional como professor.

A carreira internacional de Menahem Pressler teve início quando ganhou o 1º Prémio no Concurso de Piano Debussy, em São Francisco, em 1946. Pouco tempo depois estreava nos Estados Unidos com a Orquestra de Filadélfia, sob a direção de Eugene Ormandy. Desde então, as sucessivas digressões nas Américas e na Europa incluíram actuações com as orquestras de Nova Iorque, Chicago, Cleveland, Pittsburgh, Dallas, San Francisco, Londres, Paris, Bruxelas, Oslo, Helsínquia, entre muitas outras.

Em 1955, Menahem Pressler foi co-fundador do Beaux Arts Trio, que se tornou num dos mais perenes e aclamados agrupamentos de câmara em todo o mundo. As gravações do Beaux Arts Trio para a Philips receberam numerosos prémios, incluindo no seu repertório a quase totalidade da literatura para trio com piano. Menahem Pressler é frequentemente convidado a tocar também com outros agrupamentos de câmara, incluindo os quartetos Juilliard, Emerson, Guarneri e Cleveland e Israel, bem como o Trio Pasquier.

Também em 1955, teve início a relação profissional de Menahem Pressler com a escola de música da Universidade de Indiana, Bloomington, onde é hoje, em função das suas superiores qualificações pedagógicas, «Distinguished Professor of Music».

Menahem Pressler nasceu em Magdeburgo, na Alemanha, mas recebeu a maior parte dos ensinamentos musicais iniciais em Israel, país onde cresceu. A sua vida foi sempre dedicada à música. Para além das digressões com o Beaux Arts Trio, dos recitais a solo e da actividade letiva na Universidade de Indiana, orienta também cursos de aperfeiçoamento. É Doutor honorário pela Escola de Belas-Artes da Carolina do Norte, em Winston-Salem e pelas Universidades do Nebraska e do Kansas. Em 1994 foi distinguido com o Chamber Music America’s Distinguished Service Award e em 1998 recebeu o Gramophone Lifetime Achievement Award. Em 2000, foi eleito para a Academia Americana das Artes e das Letras.

Para além das mais de 50 gravações com o Beaux Arts Trio, Menahem Pressler realizou cerca de 30 gravações  solo, abarcando um repertório que se estende de J. S. Bach a Ben-Haim.
marcador 1mov
marcador 2mov
marcador 3mov
marcador 4 mov
marcador 5 mov

[endtext]

Beaux Arts Trio - Dvorak "Dumky" - IV

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/beaux-arts-trio-dvorak-dumky-v.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=ecPT8bwQrUAendofvid
[starttext]
O vivo de  Herbst Theatre, San Francisco 20 Abril 2008- Menahem Pressler piano, Daniel Hope violin, Antonio Meneses cello
Menahem Pressler - Piano
Membro fundador e pianista do Beaux Arts Trio, Menahem Pressler é um dos mais prestigiados músicos dos nossos dias. Tendo percorrido uma longa carreira de quase 50 anos, a sua dimensão artística e o seu talento, nos domínios da música de câmara e do recital a solo, permitiram-lhe o acesso aos principais palcos mundiais. O seu rigor e o seu profundo conhecimento da literatura da música de câmara e para piano valeram-lhe também uma grande reputação internacional como professor.
A carreira internacional de Menahem Pressler teve início quando ganhou o 1º Prémio no Concurso de Piano Debussy, em São Francisco, em 1946. Pouco tempo depois estreava nos Estados Unidos com a Orquestra de Filadélfia, sob a direção de Eugene Ormandy. Desde então, as sucessivas digressões nas Américas e na Europa incluíram actuações com as orquestras de Nova Iorque, Chicago, Cleveland, Pittsburgh, Dallas, San Francisco, Londres, Paris, Bruxelas, Oslo, Helsínquia, entre muitas outras.
Em 1955, Menahem Pressler foi co-fundador do Beaux Arts Trio, que se tornou num dos mais perenes e aclamados agrupamentos de câmara em todo o mundo. As gravações do Beaux Arts Trio para a Philips receberam numerosos prémios, incluindo no seu repertório a quase totalidade da literatura para trio com piano. Menahem Pressler é frequentemente convidado a tocar também com outros agrupamentos de câmara, incluindo os quartetos Juilliard, Emerson, Guarneri e Cleveland e Israel, bem como o Trio Pasquier.
Também em 1955, teve início a relação profissional de Menahem Pressler com a escola de música da Universidade de Indiana, Bloomington, onde é hoje, em função das suas superiores qualificações pedagógicas, «Distinguished Professor of Music».
Menahem Pressler nasceu em Magdeburgo, na Alemanha, mas recebeu a maior parte dos ensinamentos musicais iniciais em Israel, país onde cresceu. A sua vida foi sempre dedicada à música. Para além das digressões com o Beaux Arts Trio, dos recitais a solo e da actividade letiva na Universidade de Indiana, orienta também cursos de aperfeiçoamento. É Doutor honorário pela Escola de Belas-Artes da Carolina do Norte, em Winston-Salem e pelas Universidades do Nebraska e do Kansas. Em 1994 foi distinguido com o Chamber Music America’s Distinguished Service Award e em 1998 recebeu o Gramophone Lifetime Achievement Award. Em 2000, foi eleito para a Academia Americana das Artes e das Letras.
Para além das mais de 50 gravações com o Beaux Arts Trio, Menahem Pressler realizou cerca de 30 gravações  solo, abarcando um repertório que se estende de J. S. Bach a Ben-Haim.
marcador 1mov
marcador 2mov
marcador 3mov
marcador 4 mov
marcador 5 mov

[endtext]

Beaux Arts Trio - Dvorak "Dumky" - V

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/bach-chaconne-in-d-minor-parte-1.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=o4ZQpNgmqPMendofvid
[starttext]
Bach - Chaconne in D minor parte 1(arranjo para piano de Busoni)
 Nascida em Aix-en-Provence, Hélène Grimaud iniciou os seus estudos musicais no Conservatório da sua cidade natal, prosseguindo-os depois em Marselha, com Pierre Barbizet. Aos doze anos de idade foi admitida no Conservatório Nacional Superior de Música de Paris, onde estudou com Jacques Rouvier, Gyorgy Sandor e Leon Fleischer.
O ano de 1987 foi decisivo na carreira de Hélène Grimaud após a sua apresentação no MIDEM em Cannes. A sua actuação neste evento levou Daniel Barenboim a recomendá-la para tocar com a Orquestra de Paris, seguindo-se uma série de concertos, incluindo a sua estreia no Festival de Piano de La Roque d’Anthéron e um recital em Tóquio.
Desde então, Hélène Grimaud apresenta-se regularmente nos principais centros musicais internacionais com importantes orquestras, incluindo a Filarmónica de Berlim, a Philharmonia Orchestra, a Orquestra do Tonhalle de Zurique, a Filarmónica de São Petersburgo e a Sinfónica da NHK. Actua também regularmente com as principais orquestras dos Estados Unidos da América, incluindo as Filarmónicas de Los Angeles e Nova Iorque, a Orquestra de Filadélfia e as Sinfónicas de São Francisco e Boston. Desde o início da sua carreira, colabora com maestros de carreira internacional.
Em 2002, Hélène Grimaud assinou um contrato de exclusividade com a Deutsche Grammophon, tendo sido lançado recentemente o CD “Reflection” , que inclui obras de Brahms e de Robert e Clara Schumann. As suas anteriores gravações para a DG incluem o disco “Credo” (obras orquestrais e a solo de Beethoven e Pärt), um recital Chopin / Rachmaninov e o Concerto para Piano Nº. 3 de Bartók, com a Orquestra Sinfónica de Londres e o maestro Pierre Boulez. Realizou a sua primeira gravação aos quinze anos de idade, incluindo o seu catálogo anterior obras de Liszt, Ravel, R. Strauss, Rachmaninov, e Gershwin.
Hélène Grimaud recebeu numerosos prémios, tendo sido também reconhecida no seu país, onde foi distinguida com o grau de Oficial da Ordem das Artes e das Letras do Ministério da Cultura de França, em 2002. Mais recentemente, recebeu o prémio“Victoire d’honnuer” nos Victoires de La Musique de 2004.
Hélène Grimaud é autora de dois livros, Variations Sauvages e Leçons Particulières, ambos publicados pelas Editions Robert Laffont. Variations Sauvages foi já traduzido para várias línguas. Ambos os livros obtiveram sucesso em França, figurando nas listas dos mais vendidos.
Em 1999, Hélène Grimaud fundou o Wolf  Conservation Center, uma causa que continua a defender. Mais recentemente deu o seu apoio a várias organizações de solidariedade e defesa dos direitos humanos, incluindo a Amnistia Internacional, a International Camp Villa Sans Souci e o Worldwide Fund.

[endtext]

Helene Grimaud - Piano - Bach

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/bach-chaconne-in-d-minor-parte-2.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=2fsekFC-pw8endofvid
[starttext]
Bach - Chaconne in D minor -parte 2(arranjo para piano de Busoni)
Nascida em Aix-en-Provence, Hélène Grimaud iniciou os seus estudos musicais no Conservatório da sua cidade natal, prosseguindo-os depois em Marselha, com Pierre Barbizet. Aos doze anos de idade foi admitida no Conservatório Nacional Superior de Música de Paris, onde estudou com Jacques Rouvier, Gyorgy Sandor e Leon Fleischer.
O ano de 1987 foi decisivo na carreira de Hélène Grimaud após a sua apresentação no MIDEM em Cannes. A sua actuação neste evento levou Daniel Barenboim a recomendá-la para tocar com a Orquestra de Paris, seguindo-se uma série de concertos, incluindo a sua estreia no Festival de Piano de La Roque d’Anthéron e um recital em Tóquio.
Desde então, Hélène Grimaud apresenta-se regularmente nos principais centros musicais internacionais com importantes orquestras, incluindo a Filarmónica de Berlim, a Philharmonia Orchestra, a Orquestra do Tonhalle de Zurique, a Filarmónica de São Petersburgo e a Sinfónica da NHK. Actua também regularmente com as principais orquestras dos Estados Unidos da América, incluindo as Filarmónicas de Los Angeles e Nova Iorque, a Orquestra de Filadélfia e as Sinfónicas de São Francisco e Boston. Desde o início da sua carreira, colabora com maestros de carreira internacional.
Em 2002, Hélène Grimaud assinou um contrato de exclusividade com a Deutsche Grammophon, tendo sido lançado recentemente o CD “Reflection” , que inclui obras de Brahms e de Robert e Clara Schumann. As suas anteriores gravações para a DG incluem o disco “Credo” (obras orquestrais e a solo de Beethoven e Pärt), um recital Chopin / Rachmaninov e o Concerto para Piano Nº. 3 de Bartók, com a Orquestra Sinfónica de Londres e o maestro Pierre Boulez. Realizou a sua primeira gravação aos quinze anos de idade, incluindo o seu catálogo anterior obras de Liszt, Ravel, R. Strauss, Rachmaninov, e Gershwin.
Hélène Grimaud recebeu numerosos prémios, tendo sido também reconhecida no seu país, onde foi distinguida com o grau de Oficial da Ordem das Artes e das Letras do Ministério da Cultura de França, em 2002. Mais recentemente, recebeu o prémio“Victoire d’honnuer” nos Victoires de La Musique de 2004.
Hélène Grimaud é autora de dois livros, Variations Sauvages e Leçons Particulières, ambos publicados pelas Editions Robert Laffont. Variations Sauvages foi já traduzido para várias línguas. Ambos os livros obtiveram sucesso em França, figurando nas listas dos mais vendidos.
Em 1999, Hélène Grimaud fundou o Wolf  Conservation Center, uma causa que continua a defender. Mais recentemente deu o seu apoio a várias organizações de solidariedade e defesa dos direitos humanos, incluindo a Amnistia Internacional, a International Camp Villa Sans Souci e o Worldwide Fund.

marcador Bach.
[endtext]

Helene Grimaud - Piano- Bach

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/frank-peter-zimmermann-bach.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=ps8wMgI6-hMendofvid
[starttext]
Frank Peter Zimmermann(violino) - Bach

[endtext]

Frank Peter Zimmermann - Bach

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/fuga-jsbach-orgao.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=x-lIQC1Jd9Qendofvid
[starttext]
J.S.Bach Toccata-Adagio-Fugue in C (Fugue) .
Johann Sebastian Bach (Eisenach, 21 de março de 1685 — Leipzig, 28 de julho de 1750) foi um organista e compositor alemão do período barroco. Mestre na arte da fuga, do contraponto e da música coral, ele é um dos mais prolíficos compositores da história da música ocidental.

Devoto admirador de Dietrich Buxtehude, Bach é tido como o maior compositor do Barroco e, por muitos, o maior compositor da história da música, ainda que pouco reconhecido na altura em que viveu. Muitas de suas obras reflectem uma grande profundidade intelectual, uma expressão emocional profunda e, sobretudo, um grande domínio técnico em grande parte responsável pelo fascínio que diversas gerações de músicos demonstraram pelo Pai Bach, especialmente depois de Felix Mendelssohn que foi um dos responsáveis pela divulgação da sua obra, até então bastante esquecida.

Posteriormente, Hans von Bülow faz referência de Bach como um dos "três bês da música" (Bach, Beethoven, Brahms), considerando o seu Cravo Bem Temperado como o Antigo Testamento da Música.

[endtext]

Fuga - J.S.Bach - Orgão

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/toccata-orgao-bach.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=AzC2yj2wCusendofvid
[starttext]
J.S.Bach Toccata-Adagio-Fugue in C (Toccata)
Johann Sebastian Bach (Eisenach, 21 de março de 1685 — Leipzig, 28 de julho de 1750) foi um organista e compositor alemão do período barroco. Mestre na arte da fuga, do contraponto e da música coral, ele é um dos mais prolíficos compositores da história da música ocidental.

Devoto admirador de Dietrich Buxtehude, Bach é tido como o maior compositor do Barroco e, por muitos, o maior compositor da história da música, ainda que pouco reconhecido na altura em que viveu. Muitas de suas obras reflectem uma grande profundidade intelectual, uma expressão emocional profunda e, sobretudo, um grande domínio técnico em grande parte responsável pelo fascínio que diversas gerações de músicos demonstraram pelo Pai Bach, especialmente depois de Felix Mendelssohn que foi um dos responsáveis pela divulgação da sua obra, até então bastante esquecida.

Posteriormente, Hans von Bülow faz referência de Bach como um dos "três bês da música" (Bach, Beethoven, Brahms), considerando o seu Cravo Bem Temperado como o Antigo Testamento da Música.

[endtext]

Toccata - Orgão - Bach

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/crab-canon.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=36ykl2tJwZMendofvid
[starttext]
Bach's Crab Canon

[endtext]

Crab Canon

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/canon.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=A41CITk85jkendofvid
[starttext]
Bach's Neverending Canon -

[endtext]

Canon -

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/tema-para-um-canon.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=xUHQ2ybTejUendofvid
[starttext]
J.S. Bach -  Canon

marcador Bach.
[endtext]

Tema para um Canon

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/choro-n-1-villa-lobos.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=TyUNBX7iLEgendofvid
[starttext]
Ricardo Santoro cello
Paulo Maurício violão
(Duo Milênio)
marcador Villa Lobos
[endtext]

Choro nº 1 - Villa-Lobos

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/gavota-choro-villa-lobos.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=tey0z38R4msendofvid
[starttext]
Ricardo Santoro cello
Paulo Maurício violão
(Duo Milênio)
marcador Villa Lobos
[endtext]

Gavota-Choro - Villa-Lobos

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/o-canto-do-cisne-negro-villa-lobos.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=G_M2XsM9edsendofvid
[starttext]
Raiff Dantas Barreto, cello
Márcia Cattaruzzi, piano
marcador Villa Lobos
[endtext]

O Canto do Cisne Negro - Villa Lobos

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/teresa-carreno-orquestra-2009.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=XjAiiEsylzIendofvid
[starttext]
Fevereiro de 2009 - Caracas - Venezuela
The Teresa Carreño Youth Orchestra is the national high-school-age youth orchestra of El Sistema, made up of the best young musicians from throughout Venezuela. Gustavo Dudamel, himself a product of El Sistema, is the new musical director of the LA Philharmonic.
Clic aqui para saber mais sobre Gustavo Dudamel

[endtext]

Teresa Carreno Orquestra - 2009

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/masterpiece.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=JXhAz0DOpMUendofvid
[starttext]
The King's Singers

[endtext]

Masterpiece

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/bachianas-brasileiras-n1-preludio.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=crL1H8INb8cendofvid
[starttext]
Mischa Maisky | Carte Blanche at Verbier Festival 2008 | This Performance was dedicated to the memory of Mstislav Rostropovich |
Clic aqui para saber mais sobre Villa Lobos
Mais de Mischa Maisky aqui no blog em Música de Camara

marcador Villa Lobos.
[endtext]

Bachianas Brasileiras n.1 - Prelùdio (Modinha)

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/reisado-do-pastoreio-batuque-osesp.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=RJsCrS4qOwYendofvid
[starttext]
Oscar Lorenzo Fernandez Reisado do Pastoreio: Batuque - Sala São Paulo Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo Regência/Conductor: John Neschling
Clic aqui para saber mais sobre o autor
marcador Orquestras .
[endtext]

Reisado do Pastoreio: Batuque - OSESP

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/tango-song-and-dance.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=GQqqIsRzJd0endofvid
[starttext]
Anne-Sophie Mutter(violino) and André Previn(piano) The composer André Previn's declaration of love to the soloist Anne Sophie Mutter. A Film by Thomas Grube...

[endtext]

TANGO, SONG AND DANCE

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/maxim-vengerov.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=5n0qXSO7Z-Qendofvid[starttext]
Maxim Vengerov -
Czardas

[endtext]

Maxim Vengerov

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/nelson-freire-piano-lenda-do-caboclo-de.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=v6ofsPqvdp0endofvid
[starttext]
Nelson Freire - Piano - A Lenda do Caboclo de Villa Lobos
Clic aqui para saber mais sobre Villa Lobos
marcador Villa Lobos.
[endtext]

Nelson Freire - Piano - A Lenda do Caboclo de Villa Lobos

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/villa-lobosimpressoes-seresteiras.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=tMOpDAVANjkendofvid
[starttext]
Clelia Iruzun piano :Impressoes Seresteiras de Villa-Lobos .
Atuando como solista em recitais e com orquestras, pela Europa, Américas e Ásia - Suas tournées à China abrangeram concertos para enormes platéias, entre outros, no Grande Theatro de Xangai, Ningbo, Hanghzou e na Sala de Concertos da Cidade Proibida em Pequim. Lá executou repertório nunca antes ouvido pelos chineses, como peças de Villa-Lobos, Mignone, Nazareth e Tom Jobim. Seu recital em Xangai foi votado um dos dez melhores concertos do ano.
Clic aqui para saber mais sobre Villa Lobos
marcador Villa Lobos.
[endtext]

Clelia Iruzum-Villa-Lobos:Impressoes Seresteiras

0
[postlink]http://canalciaesons.blogspot.com/2010/01/philharmonic-society-gustavo-dudamel.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=0TxQHaAH_vAendofvid
[starttext]
Gustavo Dudamel
Clic aqui para saber mais sobre Gustavo Dudamel

[endtext]

Philharmonic Society - Gustavo Dudamel